Aquela receitinha da vovó…

Todo mundo tem uma receitinha caseira de alguma coisa para os cabelos, pele, unhas… né?! Dia desses descobri uma que salvou a minha pele desse tempo tão seco dos últimos meses e depois de ver que realmente funcionou, resolvi dividir com vocês!
É muito simples e os produtos são bem fáceis de encontrar!
Você vai precisar de:
• Um potinho de creme Nívea, daquele tradicional, da latinha azul;
• Uma ampola de Adeforte;
Bepantol (pomada ou solução – eu prefiro solução e no decorrer do post vocês vão entender o motivo!)
Aí, é só colocar tudo em um pote maior e misturar!
A Adeforte é uma vitamina e tem textura muito oleosa, por isso, ao invés de usar Bepantol Pomada, eu preferi colocar 30 gotas de Bepantol Solução. Assim, seria possível aplicar a receitinha no rosto também! Ficou oleoso do mesmo jeito, mas, acredito eu, que se tivesse colocado a pomada, ficaria muito mais!
A rotina: Eu aplico todos os dias, antes de dormir, no rosto, colo, mãos e pés. Fica um brilho bem intenso e deixa a área onde o creme foi aplicado bem oleosa, mas no dia seguinte, ao sair da cama, já dá para ver como é compensador! Ao acordar, lavo com sabonete neutro (na verdade, eu intercalo sabonetes neutros com sabonetes específicos para acne) e aplico protetor solar.
O que eu observei: A pele fica linda! Notei que amenizou em, mais ou menos, 90% as manchinhas escuras, que são rastros de espinhas, e deixa a pele com um aspecto muito saudável e muito, muito, muito hidratada!
Eu gosto também de passar nas cutículas, tanto dos pés quanto das mãos, e massagear bastante. E, claro, pode ser usado no corpo todo, especialmente nos joelhos e cotovelos, que são algumas das áreas mais prejudicadas quando o tempo fica muito seco.

Sobre o creme Nívea: Eu nem preciso falar dos benefícios. Ele é um clássico, desde os tempos das nossas avós e, mesmo sozinho, já é um hidratante poderoso;
Sobre Bepantol: ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
Sobre Adeforte: Na bula > Solução oleosa oral: Excipiente constituído de óleo de amendoim e metilparabeno. / Ação do medicamento: Utilizado na prevenção e tratamento dos estados de carência das vitaminas A, D e E, em crianças e adultos. O tempo para início de ação, bem como de duração de ação, dependerão da necessidade orgânica das vitaminas A, D e E.”

O que vale deixar bem claro:. Não é porque deu certo para mim, que vai dar certo para todo mundo. Então, se você quiser experimentar por sua conta e risco, o ideal é fazer alguns testes na pele, começando pelas áreas mais ressecadas e observar a reação de cada uma dessas áreas. Eu tenho a pele do rosto extremamente oleosa, e fiz um teste de dois dias seguidos, aplicando no rosto todo. Fiquei bastante receosa, mas não tive reação, não piorou a oleosidade e não apareceu nenhuma espinha, aí continuei! Mas TODO CUIDADO É POUCO. Então, faça o teste e observe! Se preferir, procure o seu dermatologista e esclareça todas as suas dúvidas, antes de usar!

Receitinha aprovadíssima! 😉

Observação final: Esse post tem como objetivo apresentar a opinião da autora, que não se responsabiliza por qualquer reação adversa que possa ocorrer. Use o(s) produto(s) por sua conta e risco.

Anúncios